Perspectivas após a aprovação e criação do fundo soberano

Rio de Janeiro lança fundo soberano para equilibrar receitas de royalties do petróleo. Esse fundo terá R$2,1 bi no orçamento de 2022 e é composto por recursos vindos da exploração do petróleo e de outras fontes, informa o governo estadual.

Nessa sexta-feira, dia 20, às 10h, o presidente da ALERJ, deputado André Ceciliano, estará na sede do Sincomercio para falar sobre as perspectivas após a aprovação e criação desse fundo. Também estarão presentes nesse encontro representantes da Enel a fim de abordar as ações da empresa para melhorar a oferta de energia elétrica na região Noroeste, considerando um dos gargalos para o pleno desenvolvimento da região.

O objetivo do fundo é reduzir a dependência da economia fluminense do setor de petróleo, equilibrando as contas do Estado tanto nos altos como também nos baixos preços. Em 2014, com a forte queda da commodity, o Rio de Janeiro entrou em sua pior crise financeira na história. Desde então, o governo estadual avalia maneiras de se tornar menos dependente do setor.

Além disso a tenência é de que, com as mudanças climáticas, os preços do petróleo sejam menores futuramente, podendo comprometer a arrecadação, de acordo com o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, André Ceciliano (PT), autor da Emenda e do Projeto de Lei Complementar (PLC) aprovado no fim de 2021 sobre o tema.

O evento ocorrerá em Itaperuna, RJ, na rua Tiradentes 220, ao lado da Matriz São José do Avaí às 10h. Para fazer sua inscrição basta clicar AQUI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.