fbpx

A Comunidade

Este artigo visa registrar e documentar o início do movimento que culminou na comunidade Noroeste Valley, bem como as motivações, visões e realizações de seus founders.

Podemos dizer que tudo começou a partir da realização de um evento escolar, que a princípio pode não parecer ter qualquer vínculo com causas inovadoras e empreendedoras, mas que foi poderoso suficiente para impactar a região em diversos segmentos, incluindo o nosso.

No início de 2018 o professor Fabricio Boechat, um de nossos founders e atual head na Noroeste Valley iniciou um novo trabalho acadêmico na UniRedentor, Centro Universitário localizado no município de Itaperuna – RJ, e a partir de suas expertises em Novas Tecnologias de Informação e Comunicação e também em Metodologias Ativas de ensino, foi convidado a participar de um projeto inovador no Colégio Redentor, que pertencia ao mesmo grupo educacional. Diversos projetos inovadores em educação foram implementados nesta ocasião, mas o principal foi o evento supracitado, chamado BSGEEK, um evento de cultura pop jovem, que tinha a pretensão de ensinar empreendedorismo, marketing, planejamento de eventos, trabalho colaborativo e criativo e ser um ambiente integralizador de alunos com diferentes gostos e dinâmicas de vida. O evento que pretendia ser somente escolar, tornou-se quase que um dos maiores da região já em sua primeira versão. No segundo ano, o evento superou todas as expectativas possíveis e chegou a cerca de 1.500 visitantes de todas as cidades vizinhas e regiões diversas, incluindo estados próximos como ES e MG.

A partir da divulgação ainda no primeiro evento, o professor foi convidado a participar de um programa em uma rádio FM local e conheceu André Araújo, apresentador e líder do grupo Quinta Nerd, a sinergia foi grande e o grupo Quinta Nerd foi convidado a participar do primeiro evento com cobertura ao vivo, entrevistas e outras interações com convidados e atrações do evento.

Neste encontro ficou claro que apesar da profunda identificação dos atores com os objetos de realização profissional de ambos os lados, havia ali também uma sinergia por tecnologias, inovação, comunicação e marketing e que o viés era muito mais profissional do que fazer por que gostavam. Ou seja, o olhar sobre o mundo geek e nerd era inerente em cada um dos componentes, mas ser profissional nessas áreas era o diferencial para a qualidade e o sucesso da coisa e que esta vitrine era uma estratégia empreendedora nascendo.

Em função dessa visão, surgiu uma startup chamada Qstarts, com o slogam: Ideias que viram players. Ainda numa fase bem embrionária e que carecia de desenvolvimento e estudos, formamos o grupo de trabalho e percebeu-se que deveríamos utilizar o modelo ágil e enxuto de negócios e que necessitávamos estudar mais para obter o sucesso desejado. 

Em pouco tempo percebemos que o que realmente queríamos para a nossa região, não conseguiríamos realizar sem a ajuda de outras empresas, pessoas, entes públicos e que deveríamos dar um passo além do só empreender por empreender, deveríamos criar um impacto cultural na região. Já nessa etapa estávamos somente André e Fabrício no time, os demais amigos, que até hoje atuam no BSGEEK e QNERD conosco não quiseram iniciar a jornada, muito em função de seus compromissos profissionais e pessoais.

Quando nos vimos só, iniciamos uma jornada em busca de parcerias, conhecimentos, ferramentas, associações e outras pessoas que pudessem nos ajudar direta ou indiretamente. Também tomamos conhecimento das comunidades de startups e inovação, movimento realizado pela ABStartups, ErreJota e outras entidades importantes. A partir do conhecimento dessas comunidade e sua importância, decidimos fundar a nossa, junto com um HUB de inovação e buscamos parcerias locais para a realização desses novos projetos. Todos eram muito bem vindos, mas havia ainda algo errado, Qstarts era ao mesmo tempo, startup, HUB e Comunidade, essa constatação nos foi revelada como possível obstáculo por um profissional, que se tornou mentor, depois amigo e hoje é Maker em nossa comunidade, o Robson Lessa.

Partindo do olhar e indicação do Robson, nos convencemos de que criar uma comunidade era o que queríamos lá no início, mas não tínhamos o conhecimento amadurecido para enxergar tal vertente. Já em uma primeira meetup só com pessoas vindas do networking que já havíamos feito, criamos o conceito de comunidade e demos o nome a Noroeste Valley – Comunidade de Inovação e Empreendedorismo.

Ocorre que já nessa altura, iniciaríamos diversos projetos presenciais, reuniões, workshops, hacktoons, palestras entre outros. Já com reunião marcada com o SEBRAE para uma segunda-feira, o governador decreta o início da quarentena e fecha essas possibilidades.

Nossa liderança, que provinha profissionalmente de tecnologias da comunicação e educação a distância, não deixou por menos e iniciou a comunidade de forma virtual. O timming pareceu o certo e a comunidade tomou uma proporção sólida em um tempo relativamente rápido. Nesse momento já havíamos contactado a ABStartup e a Errejota também e fomos aderidos como a 11ª comunidade no Estado do Rio de Janeiro e nossos founders foram convidados a se tornarem Makers. 

O contato mais próximo com a liderança de outras comunidades foi um papel importantíssimo para o desenvolvimento da Noroeste Valley, bem como a iniciativa de contactar gestores do projeto StartupRIO e atuar enquanto communities Managers para viabilizar um capítulo em nossa região.

Hoje contamos em nosso grupo da comunidade com mais de 150 participantes, muitos deles diretores de instituições, advogados, consultores, contadores, desenvolvedores e principalmente empreendedores que estão empolgados com a possibilidade de atuarmos para o desenvolvimento do ecossistema local. O atual e principal processo em andamento da Noroeste Valley é a entrega da Rede Social Empreendedora, disponível em www.noroestevalley.com.br/comunidade e a veiculação e validação do Community Canvas e o levantamento das dores e oportunidades de nossa região. Acreditamos que seremos essenciais para o cenário pós-pandemia e que juntos poderemos amenizar dores e acelerar ganhos, como ensina a literatura.

Venha no conhecer, participe conosco, estamos ávidos por aprender, trocar e ensinar a amigos, parceiros, comunidades e ecossistemas que possam se conectar com nossa sinergia.

Atenciosamente e prontos para colaborar,

André Araújo e Fabricio Boechat

Founders e Heads

Noroeste Valley